“Pai , Afasta de Mim Este Cale-se”

(Missão ou Omissão)

*Pano de fundo , medite na música “Cale-se”  de Chico Buarque de Holanda
cale-se2

No mundo contemporâneo , onde o futuro já chega apressado de tão atrasado , o ciclone das revoluções culturais vai passando e despertando energia de tsunamis de informações , que se não derrubam regimes totalitários , mudam costumes e interrompem negociatas por baixo dos panos, promovendo a discussão , semente para novos questionamentos. Em época de orkut, twitter e facebook , informações incomodam governos “ cheios de boas intenções” . Como a estrada que conduz ao inferno , é de boas intenções pavimentadas , um povo culto, informado e com grito entalado na garganta , sem o saber , espera apenas por uma gota dágua para gritar e deixar de se tornar invisível.

Em pleno mês de Junho , “da copa à cozinha” deste país , jovens de 8 a 80 anos , de espírito vivo , saem a protestar contra tudo que estava entalado e amordaçado nestes anos de “ democracia “artificialmente criada pelos governantes e seus sócios. Naturalmente estruturado a partir das mídias sociais como o facebook , em tempo real foram se encontrando aqueles que têm fome e sede de justiça e eis que de repente , como sarampo , explodem gritos silenciosos em todos os pontos deste continente . Destaque fica para a “ Revolta do Vinagre” , como ficou conhecida a concentração pacífica de 100 mil criaturas corajosas e pensantes ,.na maravilhosa cidade do Rio de Janeiro , sem medo de ter medo , e sentindo que a união faria a força ,não esperaram acontecer, fizeram história.

Falando nisso , a Revolução Francesa , que de tão importante separou a idade moderna da contemporânea , teve como um dos protagonistas o aumento do preço do pão , culminando no dia 14 de Julho de 1789 , com a tomada da Bastilha pelo expoliado povo francês .De volta pro futuro de nossos dias , os meios de comunicação , comprometidos com o “status quo” anunciavam repetidamente que o povo se organizava para protestar, desde o dia 14 de Julho de 2013 ,contra o aumento de vinte centavos de real no preço da passagem.Mas omitiram outros protestos como a violência urbana , a corrupção galopante ,o cerceamento do poder investigativo do ministério público (Pec 37) ,a falta de transparência em licitações , o superfaturamento astronômico das assim chamadas “ obras da copa” beirando 33 bilhões de reais , quando mal entregaram os estádios reformados sem nenhuma infra-estrutura digna …

Na festa do anúncio da copa , em 30 de Outubro de 2007 só se falava em investimentos de modernização de aeroportos, escolas, hospitais , estradas, trem-bala e similares dignos de ficção-científica num país definido como “não-sério” , segundo reza a lenda , proferida pelo premier francês Charles de Gualle.É claro que um povo festivo como o nosso adorou a idéia de hospedar a copa do mundo de futebol, o esporte nacional.É claro que um povo hospitaleiro como o nosso adorou a idéia de receber irmãos de outras terras como visitantes .É claro que um povo pacífico como o nosso aspirava por uma nova época , ainda mais em pleno crescimento econômico.Mas de sonhos se acorda e paciência tem limites , mesmo em brasileiros.

O que se viu de lá para cá foram escândalos políticos , desrespeito às leis , fisiologismo dos poderes , impunidade sobre impunidade…ficou difícil nadar no mar de lama . A gota d’agua talvez foram os vinte centavos. Mas não é só isso , fome no campo ,( numa terra em que se plantando tudo dá) , analfabetismo puro ou funcional nas novas gerações (talvez um povo culto incomode quem governa) , abandono do Estado das novas gerações ( o marginal que ceifa vidas hoje foi a criança abandonada de ontem) , tudo isso e muito mais .

Como na década da ditadura ,canta-se hoje Chico Buarque : “Pai afasta de mim este cale-se…de vinho tinto de sangue!”. O povo não quer mais ficar calado. Coincidentemente , exatos 224 anos nos separam da Revolução Francesa…mas a revolução verde-amarela é pacífica, ordeira , de boa-vontade ( mais do que boas-intenções) . Claro que no ensaio evolutivo há uma minoria não representativa de vândalos que aproveita do movimento popular para “ se fazer”…não merecem nem ser mencionados, embora sejam aproveitados pelos governantes para exemplificar um movimento ilegítimo ( mas não o foram o” diretas já” e o “fora collor”) .

Me lembrei de Jesus e pensei o que faria ele em meu lugar. Certamente ele teria uma postura inimaginável , inquestionável e politicamente correta …porém para mim insondável , já que sei que “seu reino não é deste mundo” . Como este mundo material , de provas e expiações por enquanto é meu mundo , onde devo trabalhar, transformar pacificamente utilizando meus conhecimentos técnicos e morais para favorecer eticamente as futuras gerações , oro ao Pai Celestial que nos dê discernimento e sabedoria para agir com não- violência , mansidão e prudência , denunciando o erro e anunciando a solução em prol de um mundo de regeneração.Em nome de minha consciência eu rogo “Pai , afasta de mim este cale-se…de vinho tinto de sangue!”

A Doutrina Espírita é a doutrina de libertação das consciências . É a tentativa do Plano Espiritual em curar a anestesia ou indolência das almas. Não somos espíritas para autodeleite ou autoconsolo ou ainda auto-ilusão de que evoluiremos porque lemos as recomendações ou somos iniciados nos segredos da vida e da morte…somos convidados a marchar em socorro aos nossos irmãos oprimidos por quaisquer formas e motivos que atrapalhem o progresso espiritual.

Fome, miséria e injustiça… é um dever moral nosso em combater.Ficar orando ou estudando nos templos enquanto o chamado de socorro e transformação pacífica bate à nossa porta e nós fingimos que não é conosco é omissão de socorro. Como espíritas temos que agir pacificamente como agiu Gandhi…que não era espírita. Omissão de socorro é crime e muito será cobrado a quem muito foi dado…

No preambulo de “Obras Póstumas” , o insigne codificador francês adverte que “Não basta colocar  apenas uma camada de verniz na corrupção, é preciso extirpa-la…É pela educação , mais ainda do que pela instrução , que se transformará  a humanidade.”…Se mentes conscientes e participativas da sociedade se engajarem com instrução, amor e principalmente ação exemplar ilibada e honrada , este mundo de regeneração não fique para um futuro, e sim para muito breve .Esta é a missão de um espírita engajado.

Lembremos que o mundo de regeneração não cairá dos céus…virá de nossas mãos!

Paz Profunda!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s